10 dias de Olimpíadas: Brasil tem em Tóquio campanha melhor que a do Rio

Os Jogos de Tóquio-2020 completaram dez dias de competições, e o Brasil aparece na 18ª colocação do quadro de medalhas com duas de ouro, três de prata e cinco de bronze — dez no total

249

Você lembra qual era a situação do país verde e amarelo depois dos mesmos dez dias de jogos nas Olimpíadas do Rio de Janeiro? Nós te ajudamos a recordar.

O cenário era quase o mesmo, apenas com uma medalha a menos. O Brasil havia subido nove vezes ao pódio, sendo, assim como em Tóquio, duas delas no lugar mais alto, com Rafaela Silva e Thiago Braz. No Japão, Ítalo Ferreira, no surfe, e Rebeca Andrade, na ginástica, já levaram ouro.

O número de medalhas de prata também é o mesmo (três), e a diferença no total se dá por conta da quantidade de bronzes: eram quatro no Rio-2016, e agora já são cinco no país oriental. No total, o Brasil conquistou 19 medalhas nos Jogos do Rio-2016, sendo sete de ouro, seis de prata e seis de bronze.

Veja um resumo comparativo das duas Olimpíadas:

Dia 1 (posterior à cerimônia)

Rio-2016 – Felipe Wu (prata, tiro esportivo)

Tóquio-2020 – Sem medalhas

Dia 2
Rio-2016 – Sem medalhas

Tóquio-2020 – Kevin Hoefler (prata, skate) e Daniel Cargnin (bronze, judô)

Dia 3
Rio-2016 – Rafaela Silva (ouro, judô)

Tóquio-2020 – Rayssa Leal (prata, skate)

Dia 4
Rio-2016 – Sem medalhas

Tóquio-2020 – Fernando Scheffer (bronze, natação) e Ítalo Ferreira (ouro, surfe)

Dia 5
Rio-2016 – Sem medalhas

Tóquio-2020 – Sem medalhas

Dia 6
Rio-2016 – Mayra Aguiar (bronze, judô)

Tóquio-2020 – Mayra Aguiar (bronze, judô) e Rebeca Andrade (prata, ginástica)

Dia 7
Rio-2016 – Rafael Silva (bronze, judô)

Tóquio-2020 – Sem medalhas

Dia 8
Rio-2016 – Sem medalhas

Tóquio-2020 – Luisa Stefani e Laura Pigossi (bronze, tênis)

Dia 9
Rio-2016 – Diego Hypólito (prata, ginástica) e Arthur Nory (bronze, ginástica)

Tóquio-2020 – Rebeca Andrade (ouro, ginástica) e Bruno Fratus (bronze, natação)

Dia 10
Rio-2016 – Thiago Braz (ouro, atletismo), Arthur Zanetti (prata, ginástica) e Poliana Okimoto (bronze, maratona aquática)

Tóquio-2020 – Sem medalhas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui