Bolsonarista assassina petista a facadas e tenta decapitá-lo após discussão política no MT

Criminoso tem 22 anos e confessou o homicídio, alegando "motivação política"

318
Em seu depoimento, bolsonarista confessou que desferiu 15 golpes de faca contra petista - Foto: Divulgação
- 广告 Publicidade -

No município de Confresa, no interior do Mato Grosso, o bolsonarista Rafael Silva de Oliveira, de 22 anos, assassinou o petista Benedito Cardoso dos Santos, de 44 anos, com diversos golpes de faca e machado, na última quarta-feira (7).

A briga ocorreu em uma fazenda em Agrovila, a 30 km do centro de Confresa, onde os dois trabalhavam no corte de lenha. O corpo de Benedito foi encontrado por outro funcionário do local, na manhã de quinta-feira (8).

- Publicidade Patrocinada -

Rafael foi identificado no hospital da cidade, onde reclamou de um corte na mão e outro na testa, alegando que teria sido vítima de um assalto. A polícia, que já havia ido ao local do crime e encontrado elementos que ligam Rafael ao crime, foi chamada e o bolsonarista confessou. Em seu depoimento, Rafael alegou que o crime foi cometido por “motivação política”.

“O que levou ao crime foi a opinião política divergente. A vítima estava defendendo o Lula e o autor, defendendo o Bolsonaro”, afirmou o delegado Victor Oliveira ao portal G1.

De acordo com a Polícia Civil, os dois começaram uma discussão na fazenda, que evoluiu para uma troca de socos. Benedito teria pegado uma faca, mas foi desarmado por Rafael e correu. O bolsonarista então perseguiu e esfaqueou o petista pelas costas. Já caído, Benedito sofreu facadas no olho, pescoço e testa – foram ao menos 15 golpes, de acordo com o delegado. Antes de partir, o bolsonarista foi até o galpão da propriedade, pegou um machado e tentou decapitar a vítima.

O bolsonarista foi indiciado homicídio qualificado, por motivo fútil e motivo cruel e teve a prisão em flagrante convertida para preventiva.

- Publicidade Patrocinada -

留言 DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui