Centro de inovação injeta nova vitalidade na cooperação do BRICS

164

As empresas dos países do BRICS estão estreitando laços e encontrando mais oportunidades de cooperação, apesar da pandemia, em parte graças a um centro de inovação lançado em dezembro de 2020 na cidade chinesa de Xiamen.

Beneficiada pela Parceria do BRICS no Novo Centro de Inovação da Revolução Industrial, a Xiamen Rockwise Information Service Co., Ltd., uma plataforma de comercialização de rochas, atraiu cerca de 30.000 fornecedores, incluindo mais de 700 dedicados à importação de rochas de outros países do BRICS.

Apesar da Covid-19, rochas no valor de mais de 60 milhões de yuans (cerca de 9,4 milhões de dólares) foram importadas do Brasil, Índia e África do Sul para a China nos primeiros dez meses deste ano através da plataforma, disse Lu Ni, um dos sócios da empresa.

Lu disse que o estabelecimento do centro de inovação, o qual se concentra na coordenação de políticas, cultivo de talentos e desenvolvimento de projetos, aumentou sua confiança para expandir o negócio de rochas com outros países do BRICS.

BRICS é a sigla para bloco de mercados emergentes que agrupa Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul. É o lar de mais de 40% da população mundial e de cerca de um quarto da economia mundial.

O Centro de Inovação da Parceria do BRICS para a Nova Revolução Industrial foi lançado em Xiamen em dezembro do ano passado. Na cerimônia de inauguração do centro em setembro, 28 projetos com um investimento total de mais de 13,4 bilhões de yuans foram assinados por empresas do BRICS.

O centro fornece uma base para as empresas empreenderem a inovação tecnológica e a transformação digital decorrentes da nova revolução industrial.

A Huanchuang (Xiamen) Technology Co., Ltd. é uma empresa de alta tecnologia especializada na eliminação de resíduos sólidos e serviços com clientes na Rússia, Índia e África do Sul.

“O centro de inovação oferece um novo canal de comunicação para as empresas do BRICS e nos ajuda a expandir os mercados internacionais”, disse Li Xuefeng, vice-gerente geral da empresa. “O governo local nos oferece mais serviços que envolvem talentos e suporte tecnológico”.

A empresa de Li planeja lançar mais produtos de alta tecnologia e promover seus equipamentos e linhas de produção. Eles querem também fornecer soluções integradas de eliminação de resíduos sólidos para outros países do BRICS.

No início de novembro, o Centro de Inovação da Parceria do BRICS para a Nova Revolução Industrial realizou uma reunião virtual com o centro de inovação Skolkovo do “Vale do Silício” da Rússia para buscar oportunidades de cooperação.

Yuri Saprykin, vice-presidente da Fundação Skolkovo, disse que o centro de inovação espera aprofundar a cooperação com o centro de inovação de Xiamen, desejando que ambos os lados acelerem a colaboração e promovam o desenvolvimento, a operação e a expansão do mercado de empresários russos e chineses nos dois lugares.

Alessandro Golombiewski Teixeira, distinto professor de políticas públicas da Universidade Tsinghua, disse que o centro de inovação de Xiamen é um excelente exemplo de construção da parceria da revolução industrial entre os países do BRICS, o que foi significativo não apenas para os BRICS, mas também para o mundo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui