Cerimônia de Encerramento coloca ponto final nos memoráveis Jogos Olímpicos de Inverno Beijing 2022

Os atletas foram aplaudidos por seus feitos e a bandeira Olímpica foi passada a Milano Cortina 2026. Leia mais sobre a cerimônia e sobre os atletas que nos inspiraram e nos deram muito entretenimento nas últimas duas semanas.

109

Os Jogos Olímpicos de Inverno Beijing 2022 chegaram ao fim em uma estonteante e emotiva Cerimônia de Encerramento no Estádio Nacional, o Ninho do Pássaro, neste domingo, 20 de fevereiro, em Pequim.

Espelhando os últimos Jogos que foram sediados na cidade em 2008, a chama Olímpica foi extinta de forma solene e fogos de artifício formaram os anéis Olímpicos.

- Publicidade Patrocinada -

Nos últimos 16 dias, o mundo assistiu aos melhores atletas de inverno do mundo competirem pelas maiores honras. Enquanto participavam no desfile das nações, um nó chinês gigante de realidade aumentada preencheu o estádio para simbolizar o espírito Olímpico de fraternidade.

Ecoando este sentimento, montagens de vídeos emocionantes exibiram nos telões a resiliência, coragem e talento dos atletas nessas duas semanas, demonstrando com a devida importância que, não importa o quanto somos diferentes, se acreditarmos uns nos outros, seremos mais fortes juntos (Stronger Together).

Destaques dos atletas

Os Jogos de Inverno foram memoráveis para Ailing (Eileen) GuNathan Chen e Chloe Kim, que mostraram o seu melhor no momento mais importante. Gu chegou aos Jogos como favorita no esqui estilo livre, mas, aos 18 anos de idade, ainda havia questões sobre como ela se comportaria no maior palco do esporte. Duas medalhas de ouro e uma de prata foram o suficiente para extinguir qualquer dúvida, e a estrela da República Popular da China viveu uma gloriosa estreia Olímpica.

O patinador artístico Nathan Chen queria eliminar os fantasmas de PyeongChang 2018, em que erros no seu programa curto tiraram suas chances de medalha. Em um retorno triunfal ao gelo Olímpico em Beijing 2022, o americano quebrou o recorde mundial do programa curto antes de conquistar o ouro no individual masculino.

Para a lenda do snowboard Shaun White, os Jogos representaram uma despedida agridoce, terminando sua gigantesca carreira Olímpica com um quarto lugar no halfpipe masculino. O mundo do esporte diz adeus ao tricampeão Olímpico, que trouxe tantos momentos inesquecíveis aos Jogos.

Para o Brasil, Beijing 2022 será marcado por boas novidades. Nicole Silveira conquistou o segundo melhor resultado da história do país nos Jogos de Inverno com o 13º lugar no skeleton feminino. A seleção masculina de bobsled atingiu um top 20 inédito no 4-man. Sabrina Cass e Manex Silva, ambos com apenas 19 anos, mostraram muito potencial no esqui estilo livre e no esqui cross-country, respectivamente. E Jaqueline Mourão se tornou a atleta brasileira com mais participações Olímpicas, oito no total.

Portugal também tem muito o que comemorar, com seus três atletas – os esquiadores alpinos Ricardo Brancal e Vanina Guerillot e o esquiador de cross-country José Cabeça – atingindo as melhores marcas do país em seus esportes.

- Publicidade Patrocinada -

留言 DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui