China: 11 milhões de novos empregos, melhorias para freelancers revelados no relatório

178

O governo central da China continuará a implementar sua política de prioridade ao emprego para estabilizar o mercado de trabalho em 2022, de acordo com o Relatório de Trabalho do Governo, divulgado no sábado.

O relatório declara que o governo pretende criar mais de 11 milhões de novos empregos nas áreas urbanas este ano, mantendo a taxa de desemprego urbano abaixo de 5,5 por cento.

- Publicidade Patrocinada -

Mais políticas de apoio deverão ser lançadas, enquanto restrições que podem prejudicar o mercado de trabalho e o desenvolvimento de start-ups serão eliminadas para criar um ambiente de trabalho mais saudável.

Por exemplo, o governo continuará a reembolsar as empresas pelo seguro de desemprego e prestará maior assistência a grupos-chave, incluindo graduados universitários, militares desmobilizados e trabalhadores migrantes.

De acordo com o relatório, o governo continuará a melhorar a segurança social e a proteção dos direitos dos freelancers, e aumentará os esforços para prevenir a discriminação de gênero e comportamentos ilegais que infringem os direitos dos trabalhadores.

Além disso, 100 bilhões de yuans (US$ 15,8 bilhões) em fundos serão reservados para estabilizar o mercado de trabalho e melhorar a formação de trabalhadores de alta qualidade para as indústrias manufatureiras.

- Publicidade Patrocinada -

留言 DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui