China afirma que adotará novas medidas para estabilizar comércio no devido tempo

140

PEQUIM (Reuters) – O vice-ministro do Comércio da China, Ren Hongbin, disse nesta quarta-feira que ainda há muitas preocupações com o comércio exterior, especialmente para os pequenos exportadores em dificuldades, e que a China vai adotar uma nova rodada de medidas para estabilizá-lo no devido tempo.

Ainda há muita pressão sobre as pequenas e médias empresas, em particular as que atuam no comércio exterior, disse Ren em coletiva de imprensa em Pequim. Por exemplo, muitas são incapazes de aceitar novos pedidos ou estão vendo uma receita maior sem aumentos nos lucros, disse ele.

As exportações da China superaram repetidamente as expectativas neste ano devido à forte demanda internacional, ajudando a impulsionar o crescimento econômico.

No entanto, um aumento nos preços das matérias-primas elevou as pressões de custo sobre as empresas. A inflação nos portões das fábricas atingiu uma máxima em 26 anos em outubro.

A China aumentará o papel do seguro de crédito à exportação e a capacidade das empresas de lidar com os riscos cambiais, acrescentou Ren.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui