China anuncia sanções contra autoridades americanas

O governo chinês tomou a medida em resposta a sanções impostas pelos Estados Unidos no ano passado, durante o governo de Donald Trump

211

O governo chinês anunciou nesta sexta-feira (23) que impôs sanções a autoridades americanas, em resposta a restrições estabelecidas pelo Estados Unidos no ano passado, durante o governo de Donald Trump. Entre os alvos do governo da China está o ex-secretário de Comércio Wilbur Ross.

Desde que a nova lei de restrições a estrangeiros foi aprovada pelos chineses, sanções a americanos ligados ao governo ainda não tinham sido estabelecidas. A imposição acontece dias antes de uma visita da vice-secretária de Estado dos EUA, Wendy Sherman, a Pequim.

Em agosto do ano passado, o governo chinês já havia anunciado sanções contra 11 cidadãos americanos, que não faziam parte do governo.

Outros alvos das sanções chinesas incluem o diretor-executivo da ONG Human Rights Watch, Kenneth Roth; e os presidentes da Freedom House e da National Endowment for Democracy, Michael Abramowitz e Carl Gershman.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui