China definirá regras de governança para algoritmos nos próximos anos

170

A agência reguladora do ciberespaço da China e outros órgãos do governo estabelecerão regras de governança para algoritmos em cerca de três anos, disse o órgão nesta quarta-feira, enquanto Pequim busca aumentar controle sobre a tecnologia que as empresas usam para atrair usuários.

A Administração do Ciberespaço da China (CAC) disse em comunicado que os algoritmos desenvolvidos por empresas de tecnologia devem manter os valores fundamentais do socialismo e que as empresas devem estabelecer sistemas para segurança e responsabilidade com algoritmos.

A CAC também disse que estabeleceria equipes de avaliação profissional para analisar profundamente o mecanismo do algoritmo e que eles devem se tornar “justos e transparentes”.

O órgão vai “promover vigorosamente a pesquisa sobre inovações em algoritmos… e aumentar a competitividade básica dos algoritmos da China”, acrescentou a reguladora.

Os algoritmos são amplamente utilizados por empresas de tecnologia, incluindo os de recomendação usados pela plataforma de comércio eletrônico da Alibaba, o aplicativo de vídeos curtos Douyin (Tik Tok) e Kuaishou (Kwai), bem como algoritmos de entrega usados pelas plataformas de entrega de alimentos Meituan e Ele.me, esta também da Alibaba.

Algoritmos têm estado na mira de reguladores em todo o mundo. A Casa Branca pediu às empresas de tecnologia que ajustassem seus algoritmos para erradicar informações falsas e destacou o Facebook, enquanto a União Europeia elaborou regras que ameaçam multar as grandes empresas de tecnologia caso elas não façam mais para combater conteúdos ilegais.

Reuters – Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados. https://outline.com/fMcNJB

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui