Chineses se regozijam no primeiro feriado após mudança de resposta à COVID

351
- 广告 Publicidade -

Desde sábado, véspera do Ano Novo Chinês ou “Chuxi” em chinês, centenas de milhões de pessoas estão celebrando a Festa da Primavera na China, o mais importante feriado para os chineses.

As festividades, que foram reduzidas pela epidemia da COVID-19, estão de volta com força total após um rebaixamento na estratégia de gestão da COVID-19 da China no início deste mês.

- Publicidade Patrocinada -

O feriado de uma semana deste ano mostra que para muitos a vida está voltando ao normal.

Na noite de sábado, um restaurante na cidade de Xingtai, Província de Hebei, no norte da China, ficou repleto de agradáveis aromas e risos, pois dezenas de famílias, incluindo a de Zhao Guoqiang, desfrutaram de jantares festivos por lá.

“Agora estou mais do que feliz”, disse Zhao. Pela primeira vez em três anos, os filhos de Zhao voltaram para casa para a Festa da Primavera e comeram juntos no Chuxi.

“Meu filho voltou de Zhuhai e minha filha voltou com o marido e o filho de Beijing. Minha mãe de 80 anos está perfeitamente saudável. Esta noite, quatro gerações sentadas aqui juntas tornam a comida mais deliciosa”, disse Zhao.

Apesar do impacto persistente da COVID-19, a família de Zhao e inúmeras outras famílias em todo o país estão revivendo seus estilos de vida celebrando o feriado do ano novo, como faziam antes da epidemia.

De acordo com dados oficiais, a correria de viagens da Festa da Primavera deste ano, também conhecido como “chunyun”, deve chegar a quase 2,1 bilhões de viagens, quase o dobro do número do mesmo período em 2022.

Mais da metade de todos os viajantes estão em veículos, trens e aviões para reuniões familiares, enquanto muitos outros estão indo para destinos turísticos domésticos e mundiais, depois de terem ficado perto de casa nos últimos três anos.

Em Urumqi, capital da Região Autônoma Uigur de Xinjiang, o Baiyun Ski Resort está recebendo pessoas, com óculos e bastões de esqui de todo o país durante a temporada de férias.

O resort tem visto um aumento no número de turistas este mês, disse Fan Lanlan, vice-gerente do resort. A observação de Fan foi apoiada por Zhou Cheng, o proprietário de um alojamento localizado a 10 quilômetros de distância do resort. “Estamos lotados até o final do feriado. É um festival muito movimentado para nós”, disse Zhou.

Na parte sudoeste da China, a cidade de Dali da Província de Yunnan, um dos destinos mais populares para turistas, também está testemunhando um influxo de viajantes. Estatísticas da estação ferroviária de Dali revelam um aumento de 47% nas viagens para Dali durante o chunyun deste ano em comparação com o mesmo período em 2019.

Liu Yuting, que administra um alojamento na Cidade Velha de Dali há dez anos, está encantado em ver multidões voltando para as ruas, outrora tranquilas, reinjetando vitalidade na cidade. “Agora estamos sem quartos durante as férias”.

Dados da agência de viagens online Trip.com Group mostram que, no primeiro dia do feriado de sete dias, as reservas de bilhetes para pontos turísticos em todo o país registaram um aumento anual de 76%.

- Publicidade Patrocinada -