Conflito na Ucrânia é ‘entre a Rússia e a OTAN, liderada pelos EUA’, diz China

O Ministério das Relações Exteriores da China criticou o papel dos EUA, particularmente pela expansão da OTAN, mas também o da União Europeia.

304

Pequim afirma que “o conflito [no território ucraniano] pode parecer um conflito entre a Rússia e a Ucrânia, mas na realidade é entre a Rússia e a OTAN, liderada pelos EUA”.

Zhao Lijian, porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da China, disse que os EUA “quebraram seus compromissos e promoveram a expansão da OTAN para leste, fato que é sem dúvida, responsável pelo desencadear da crise da Ucrânia”.

- Publicidade Patrocinada -

Zhao também citou o fornecimento de armamento de Washington a Kiev, que estaria enriquecendo comerciantes de armas e de grãos norte-americanos. Os EUA estão assim deitando lenha na fogueira, afirma.

Ao mesmo tempo, apontou, a continuação da guerra e das sanções estão levando a um aumento na inflação, incluindo um incremento de 44,7% nos custos energéticos dos 19 Estados-membros que usam o euro na União Europeia (UE), em comparação com o mesmo período do ano anterior.

“A UE deve refletir sobre quem está se beneficiando desta guerra, quem foi transformado em campo de batalha nesta guerra e quem tem sofrido a maior perda durante esta guerra”, sugeriu.

“Nas circunstâncias atuais, a comunidade internacional deve optar pela solidariedade, democracia, diálogo, negociação e independência em vez de divisão, hegemonia, sanções unilaterais e tomada de lados. Precisamos trabalhar em conjunto para desescalar o conflito e alcançar a paz o mais rápido possível. A China está pronta para desempenhar um papel construtivo com todas as partes para este fim”, sublinhou o diplomata.

- Publicidade Patrocinada -

留言 DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui