Cooperação de submarinos nucleares da AUKUS é extremamente irresponsável, diz porta-voz

136

A cooperação de submarinos nucleares entre os Estados Unidos, o Reino Unido e a Austrália (AUKUS), que deliberadamente aumenta as tensões regionais, estimula a corrida armamentista, ameaça a paz e a estabilidade regionais e prejudica os esforços internacionais de não proliferação nuclear, é extremamente irresponsável, disse o porta-voz do Ministério das Relações Exteriores chinês, Zhao Lijian, nesta segunda-feira.

Ele fez as observações em uma coletiva de imprensa ao comentar um memorando sobre um acordo entre o governo dos EUA, o governo australiano e o governo britânico para a troca de informações sobre propulsão nuclear naval.

A China expressou grande preocupação com a cooperação de submarinos nucleares entre AUKUS, e muitos países expressaram suas sérias preocupações com as possíveis consequências negativas da cooperação.

Observando que a Agência Internacional de Energia Atômica é incapaz de monitorar efetivamente os reatores de energia nuclear e materiais nucleares de nível de armas que os Estados Unidos e o Reino Unido estão planejando fornecer à Austrália sob o mecanismo de salvaguarda atual, Zhao apontou que o movimento da AUKUS representa um enorme risco de proliferação nuclear, claramente viola o objeto e o propósito do Tratado sobre a Não Proliferação de Armas Nucleares e impacta seriamente o regime nuclear internacional de não proliferação.

Zhao salientou que é extremamente irresponsável que os três países forjem o chamado acordo sobre o intercâmbio de informações de propulsão nuclear naval e promovam a cooperação com submarinos nucleares em desrespeito às regras internacionais e em oposição às partes.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui