Dória afirma que não há registro de feridos no desmoronamento de obra em São Paulo

Governador prestou apoio a funcionários e moradores da região do acidente e se reuniu com engenheiros de concessionária para apuração rápida de causas de desmoronamento

242

Na manhã desta terça-feira (1), um trecho da Marginal Tietê desabou na obra da linha 6 (Laranja) do metrô. Segundo informação divulgada governador João Dória, nenhum dos 50 funcionários que estavam no local se feriu.

A linha é uma parceria Público-Privada e se estende por 15 km. Todas as faixas da Marginal foram interditadas no horário do acidente. Dória, no início da tarde, se reuniu com engenheiros da Acciona, concessionária responsável pela obra.

- Publicidade Patrocinada -

“Vim pessoalmente ao local para dar apoio aos funcionários da obra e moradores dos arredores que presenciaram o acidente. Felizmente, não houve feridos”, disse o governador João Dória. Segundo Dória, a “prioridade número 1” é normalizar o trânsito na Marginal.

Dória também falou em, junto à concessionária, identificar o mais rápido possível as causas do acidente e retomar as obras. Segundo primeiras informações da PM, um equipamento de escavação subterrâneo usado na obra — o “tatuzão” — ‘teria atingido o leito’ do Rio Tietê, ‘provocando o desmoronamento’. Três faixas da Marginal Tietê ainda estão em risco de desmoronamento.


As informações são do portal de notícias do Governo do Estado de São Paulo e do Correio Braziliense

- Publicidade Patrocinada -

留言 DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui