Eleitores de Bolsonaro no segundo turno em 2018 declaram voto em Lula, diz pesquisa

Recorte da pesquisa Quaest revela que 21% dos eleitores que votaram em Bolsonaro na disputa contra Haddad já decidiram que votarão em Lula em 2022

226

Um recorte da quarta rodada da pesquisa Quaest, encomendada pela Genial Investimentos, revela um movimento de migração em direção a Lula de eleitores que votaram Jair Bolsonaro (Sem partido) no segundo turno das eleições 2018.

Dados divulgados pela coluna de Mônica Bergamo, na edição desta sexta-feira (15) da Folha de S.Paulo, mostram que 21% daqueles que optaram por Bolsonaro na disputa contra Fernando Haddad (PT) já declaram que votarão em Lula em 2018. Outros 52% repetiriam o voto e 12% seguem indecisos ou votariam em branco/nulo.

Na direção contrária, apenas 1% dos eleitores que votaram em Haddad dizem que votarão em Bolsonaro. Outros 79% vão manter o voto no PT, em Lula.

A pesquisa, realizada entre os dias 30 de setembro e 3 de outubro – antes dos ataques de Ciro Gomes (PDT) a Lula e a Dilma Rousseff -, mostra que o pedetista poderia herdar 12% dos votos de Haddad. João Doria (PSDB) ficaria com 3% e 5% seguem indecisos ou votariam em branco/nulo.

O levantamento ouviu 2.048 eleitores e a margem de erro é de 2,2 pontos porcentuais para mais ou para menos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui