Evento lança a pré-candidatura da chapa Lula-Alckmin à Presidência da República

Evento reuniu lideranças do pais inteiro no Expo Center Norte em São Paulo

350
Lula no evento de Lançamento. Crédito: Bob Wei / Agência Brasil China

Aconteceu na manhã deste sábado (7) o lançamento da campanha Vamos Juntos Pelo Brasil, que anunciou a chapa Lula-Alckmin à presidência do Brasil.

Lula faz discurso no palco. Crédito: Bob Wei / Agência Brasil China

Vítima da maior perseguição política, jurídica e midiática vista na história recente do Brasil, nos últimos meses o ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva tem visto cair, uma a uma, todas as decisões de processos fraudulentos que o impediram de disputar a presidência em 2018. Portanto, Lula está novamente elegível.

- Publicidade Patrocinada -
Geraldo Alckmin faz discurso através do video conferência. Crédito: Bob Wei / Agência Brasil China

O evento ocorre cerca de uma semana após relatório emitido pelo Comitê de Direitos Humanos da ONU, do qual o Brasil é signatário, favorável ao pré-candidato pelo Partido dos Trabalhadores (PT). No relatório, o comitê aponta que o ex-juiz Sérgio Moro agiu com parcialidade nos processos da operação Lava Jato.

Celebridades compoem uma música em homenagem a Lula durante o evento. Crédito: Bob Wei / Agência Brasil China

Em uma fala emocionante e ovacionada, Lula sintetizou suas pautas quanto a reindustrialização do país, retomada dos empregos, dos direitos trabalhistas e da democracia em uma palavra: soberania.

“É mais do que urgente restaurar a soberania do Brasil. Mas defender a soberania não se resume à importantíssima missão de resguardar nossas fronteiras terrestres e marítimas e nosso espaço aéreo. É também defender nossas riquezas minerais, nossas florestas, nossos rios, nossos mares, nossa biodiversidade. E é, antes de tudo, garantir a soberania do povo brasileiro e os direitos de uma democracia plena. É defender o direito à alimentação de qualidade, o bom emprego, o salário justo, os direitos trabalhistas, o acesso à saúde e à educação”, disse o líder petista.

O evento, realizado no Expo Center Norte, na zona norte de São Paulo, recebeu cerca de 4 mil pessoas. Dentre elas, lideranças de movimentos sociais e sindicais, como o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) e a Central Única dos Trabalhadores (CUT), estiveram presentes. O evento também recebeu influenciadores, como o ex-BBB Arthur Picoli de Conduru e a apresentadora Bela Gil. A ex-presidente Dilma Rousseff marcou presença, sendo ovacionada pela multidão.

A campanha Vamos Juntos Pelo Brasil é apoiada, além do PT, pelo Partido Socialista Brasileiro (PSB) Partido Comunista do Brasil (PCdoB), Solidariedade, Partido Verde (PV), Rede e Partido Socialismo e Liberdade (PSOL). Líderes destes partidos, bem como parlamentares, prefeitos e governadores, também estavam na lista de presentes.

Mais de 5000 participantes estiveram no evento em São Paulo. Crédito: Bob Wei / Agência Brasil China

Diagnosticado com COVID-19 na última sexta (6), o ex-governador de São Paulo e pré-candidato à vice-presidência na chapa de Lula, o ex-tucano Geraldo Alckmin, não esteve presente no evento. Mas enviou saudações em um vídeo bem-humorado, brincando com seu apelido de ‘picolé de chuchu’.

“Mesmo que muitos discordem da sua opinião de que lula é um prato que cai bem com chuchu, o que eu acredito vá ainda se tornar um hit da nossa culinária, quero lhe dizer perante toda a sociedade brasileira: muito obrigado”

Lula defende a volta da democraria no Brasil. Crédito: Bob Wei / Agência Brasil China

Atualmente, o ex-presidente Lula está com 45% de intenções de voto, contra 31% do atual presidente, Jair Bolsonaro. No entanto, o evento de hoje ainda não é a oficialização da chapa. Isso só deve acontecer após o Encontro Nacional do PT, no meio do ano.

- Publicidade Patrocinada -

留言 DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui