Feirinha da Madrugada volta aos comerciantes da área norte do Pátio do Pari no Brás

Mega empreendimento abriga comerciantes da Feira da Madrugada, que integra o circuito de compras da Capital, além de atrair investimento e gerar empregos

286

A tradicional feirinha da Madrugada foi oficialmente entregue de volta aos comerciantes da área norte do Pátio do Pari, no Brás, na última quinta-feira (18), às 19h, pelo Circuito de Compras São Paulo.

A cerimônia de inauguração reuniu mais de 400 convidados presencialmente, entre autoridades e comerciantes. O evento contou com transmissão online, sendo assistida por mais de 1,5 mil pessoas pelas redes sociais, o que reafirmou o sucesso do empreendimento e a diferença que ele vai fazer na vida dos milhares de comerciantes e consumidores que vão ocupar os corredores do espaço, ainda neste ano.

A Nova feira da madrugada – Circuito de Compras

A cerimônia de inauguração que, entre outras autoridades, contou com a presença do prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes, foi repleta de emoção. Primeiro pela capacidade de transformação desse empreendimento na vida de tantas pessoas do Brasil e da América Latina. E depois pela homenagem ao prefeito Bruno Covas, que faleceu em 2021. Covas sempre foi um dos maiores apoiadores da nova Feirinha da Madrugada.

Ricardo Nunes citou o momento importante da cidade com uma rede de saúde bem estruturada que atendeu a todos durante os períodos de maior crise na pandemia. “Hoje São Paulo se tornou a ‘capital mundial da vacina’, pois a população confiou na vacina e foi se vacinar. Isso possibilitou que cada trabalhador ganhe seu pão de cada dia com muita luta e suor, ajudando o desenvolvimento da cidade, tendo condição de trabalhar com dignidade num espaço amplo. Gerando emprego e renda, pois aqui terá muito movimento”, finalizou o prefeito. No evento de abertura, Ricardo Nunes entregou a chave para a comerciante, Dione Gonçalves, representando os outros milhares de comerciantes do Centro de Compras.

Prefeito da Cidade de São Paulo, Ricardo Nunes. Foto: Edson Lopes Jr/SECOM

O empreendimento foi construído pela concessionária Circuito das Compras São Paulo SPE S.A.(CCSP), vencedora da licitação lançada pela Prefeitura com o objetivo de promover a requalificação urbana daquela região de comércio popular e garantir condições dignas de trabalho aos pequenos comerciantes. A concessão pública é de 35 anos. Desta forma, a gestão municipal quer incentivar o micro empreendedorismo, incrementando a atividade econômica na região com a expectativa de geração de 20 mil empregos diretos.

A estrutura entregue é inédita. Tem área equivalente a 25 campos de futebol. Um marco histórico da cidade de São Paulo. E não se resume ao prédio de um shopping popular. É um projeto de inclusão social para os quase 5 mil comerciantes da Feira da Madrugada. Todos ganharam condições dignas de trabalho, regularização e requalificação urbana. Antes de colocar esse gigante de pé, o CCSP organizou, sem intermediários, a estrutura provisória do amarelão, afim de que os comerciantes não parassem de trabalhar durante sua construção. Ano passado realizou o sorteio dos boxes. Em outubro deste ano iniciou a entrega das chaves.

No local, onde o comércio sempre foi forte, em meio a conflitos e até confrontos, o CCSP ergueu um gigante de 182 mil m², com infraestrutura completa. Mais de R$ 1bi. já foram desembolsados pela iniciativa privada para garantir todo conforto e segurança a mais de 500 mil pessoas que por lá transitam diariamente. Do coração do Brás para o Brasil e o mundo, o empreendimento vai gerar mais de 20 mil empregos diretos.

Secretário de Infraestrutura e Meio-Ambiente, Marcos Penido

O espaço da feirinha já está liberado para os comerciantes. Os boxes estão sendo montados para funcionar a todo vapor já no início de dezembro, quando ficará aberto inclusive aos domingos para as compras de fim de ano, como Natal e Ano Novo, e do feriado religioso de Nossa Senhora da Conceição, no dia 08, o qual tradicionalmente atrai milhares de moradores do interior de São Paulo. Para manter a tradição, a feirinha funcionará no seu horário habitual, das 2h às 16h.

O maior centro popular de compras das Américas possui 4 mil boxes e 1.260 lojas. Tem ar-condicionado, wi-fi e praça de alimentação com mais de 1,8 mil lugares. O estacionamento conta com serviços de despacho, área de conforto para motoristas e centros de apoio ao turista. Há vagas de garagem com capacidade para 315 ônibus e 2.200 veículos. O dobro das rodoviárias do Tietê e Barra Funda juntas.

Foto: Edson Lopes Jr/SECOM

Em toda a sua extensão, a estrutura da feirinha tem câmeras de monitoramento e acesso planejado, pela Avenida do Estado, com sete entradas. Tudo para possibilitar uma experiência única de compra e venda, em plena madrugada naquela região do Brás. Por toda a sua magnitude, desde a origem foi inteiramente pensado e construído respeitando todas as regras de segurança, licenciamento ambiental, acessibilidade e patrimônio cultural. Teve o apoio da União, que era dona da área e a transferiu para a capital paulista, e das gestões Marta Suplicy, José Serra, Gilberto Kassab, Fernando Haddad, João Doria, Bruno Covas e Ricardo Nunes.

FEIRA DA MADRUGADA – Circuito de Compras

Endereço: Av. do Estado, 220, Brás, São Paulo (SP)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui