Hang é convocado por CPI, e Aziz marca depoimento para próxima quarta

A CPI da Covid aprovou hoje requerimento de convocação do empresário Luciano Hang, dono da varejista Havan. O empreendedor é apoiador declarado do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e defensor contumaz das pautas e interesses do chefe do governo federal.

153

Segundo o presidente do colegiado, senador Omar Aziz (PSD-AM), a oitiva será realizada na próxima quarta-feira (29), às 10h.

Desde o ano passado, de acordo com a CPI, Hang fez declarações favoráveis ao uso de medicamentos em eficácia comprovada no tratamento da doença, como a hidroxicloroquina, ivermectina e outros. O empresário foi identificado ao longo da apuração do colegiado como membro do chamado “gabinete paralelo”.

O gabinete paralelo seria uma estrutura de assessoramento informal ao Palácio do Planalto, formado por personagens sem vínculo com o Ministério da Saúde e sem respaldo da comunidade científica.

O grupo teria sido responsável, afirmam senadores da comissão, por realizar estudos e coletar material com o intuito de balizar teorias defendidas pelo presidente Bolsonaro, como o uso de remédios, a tese de imunização de rebanho, entre outras.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui