Laboratório ucraniano supervisionado pelos EUA estuda transmissão de doenças por morcegos

Um laboratório na segunda maior cidade da Ucrânia, Kharkiv, estudou a transmissão de doenças a seres humanos por meio de morcegos, sob controle dos EUA, informou o Ministério da Defesa russo na quinta-feira.

155

A Rússia expressou sérias preocupações com os laboratórios biológicos financiados pelos EUA na Ucrânia.

Um laboratório na segunda maior cidade da Ucrânia, Kharkiv, estudou a transmissão de doenças a seres humanos por meio de morcegos, sob controle dos EUA, informou o Ministério da Defesa russo na quinta-feira.

- Publicidade Patrocinada -

“Especialistas das Forças Russas de Defesa contra Radiação, Química e Biológica estudaram documentos originais revelando os detalhes da implementação por parte dos EUA de um projeto secreto para estudar as formas de transmissão de doenças aos humanos por meio de morcegos em um laboratório em Kharkiv, na Ucrânia”, disse o porta-voz do ministério, Igor Konashenkov.

“De acordo com os documentos, os estudos foram realizados de forma sistemática e sob supervisão direta de especialistas dos EUA por vários anos”, disse ele em um briefing.

A Rússia expressou sérias preocupações com os laboratórios biológicos financiados pelos EUA na Ucrânia, onde vários tipos de vírus perigosos foram armazenados e estudados.

Na semana passada, a subsecretária de Estado para Assuntos Políticos dos EUA, Victoria Nuland, testemunhou perante uma audiência do Comitê de Relações Exteriores do Senado sobre a Ucrânia, admitindo que “a Ucrânia tem instalações de pesquisa biológica”.

“Estamos trabalhando com os ucranianos em como eles podem impedir que qualquer um desses materiais de pesquisa caia nas mãos das forças russas caso se aproximem”, disse.

Em 11 de março, o presidente ucraniano Volodymyr Zelensky disse em uma postagem de vídeo em sua conta do Facebook que “nenhuma arma química ou qualquer outra arma de destruição em massa foi desenvolvida na minha terra”.

- Publicidade Patrocinada -

留言 DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui