Lançamento da Plataforma China Zone no Brasil em evento sobre mercado digital, dia 08/07, no Rio

257
Novela chinesa Lenda da Fênix. Fonte: Cinesom
- 广告 Publicidade -

Um encontro para debater – e promover – o audiovisual da China no ambiente digital do país, marca o lançamento no Brasil da plataforma de audiovisual asiático CB Mídia, que distribui conteúdos da chinesa China Zone. No dia 8 de julho, 6ªf, na Biblioteca Parque Estadual, no Rio de Janeiro, um bate-papo com alguns nomes, como da grande conhecedora do audiovisual asiático, a atriz Lucélia Santos, e do doutor em Teledramaturgia Brasileira e Latino Americana pela USP, o mestre Mauro Alencar. Para mediar a mesa e conversar sobre o audiovisual no ambiente digital, Filippo Pitanga, curador e crítico de cinema, colaborador do Canal Like. No encerramento, a participação especial do grupo PianOrquestra e um piano tocado a 10 mãos.

No painel dos convidados, “O conteúdo audiovisual no mundo digital, Conexão Brasil-China”, com a troca de experiências do setor sobre o conteúdo audiovisual no ambiente digital, bem como sobre o mercado audiovisual da China. Parceria idealizada pelo empresário chinês naturalizado brasileiro, Arthur Chen, que atua no país com a plataforma CB Mídia (www.cbmidia.com). Abaixo, serviço e mini bio dos participantes.

- Publicidade Patrocinada -

“Chegam com a Chine Zone conteúdos que retratam a China contemporânea e tradicional, inserida econômica e culturalmente no mundo – com produções audiovisuais em diferentes formatos, como novelas, filmes de ficção e documentários, séries, desenhos e animes. Produtos para um grande público apreciador e consumidor destes conteúdos no ambiente digital, que fortalece ainda mais o intercâmbio de produtos de qualidade no país, com a chegada do grupo China Zone”, reflete Artur Chen da CB Mídia.

Temas como, Mercado digital e a distribuição dos conteúdos audiovisuais, como novelas filmes de ficção e documentários, séries e animes de outros mercados mundiais; O universo audiovisual asiático; Telenovela – A joia da globalização; Relação China e Brasil, imersão e multiculturalidade; China como um importante parceiro comercial do Brasil.

Sinopse:

A ideia é refletir sobre as facilidades que o mundo digital trouxe, ampliando as possibilidades de acesso a conteúdos que antes não estavam disponíveis com facilidade no mercado audiovisual.

A tecnologia traz para este setor a experiência da diversidade concreta, onde conexões entre filmes, séries e novelas se estabelecem –contextualizando a urgência de cada vez mais fazer da atividade audiovisual uma ferramenta de integração global, em que países podem gerar conectividade cultural, econômica e afetiva. Neste sentido, políticas públicas que expressem a real vontade de apoiar estas relações, tornam-se verdadeiros caminhos diplomáticos, estabelecedores de memória e marcos históricos.

Esta mesa pretende rememorar as relações já estabelecidas entre Brasil e China através do sucesso de público que a novela “Escrava Isaura” alcançou no país e, também, refletir sobre novas possibilidades de conexões para o futuro. A plataforma CB Media acena para o mercado audiovisual brasileiro, como pioneira em licenciar conteúdos asiáticos contemporâneos para todas as idades.

Alguns conteúdos China Zone, disponíveis na plataforma CB Mídia:

Desenhos:

Panda e toupeira

Lenda da rota da seda

Filmes ficção em longa-metragem:

Os temíveis monstros da dinastia Tang

Sala mortal

Filmes documentários em longa-metragem:

Família chen’s

Plantas chinesas que influenciaram o mundo Tecnologias para uma vida melhor

Herança

Séries e novelas:

Lenda da fênix

Destino distorcida do amor

- Publicidade Patrocinada -

留言 DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui