Prefeitura de SP vai reduzir de 12 para 8 semanas intervalo de aplicação da 2ª dose da Pfizer a partir desta sexta

Secretário municipal da Saúde, Edson Aparecido, confirmou que cidade seguirá orientação do estado. Mudança foi anunciada pelo gestão de João Doria nesta quarta (22).

177

A Prefeitura de São Paulo disse nesta quinta-feira (23) que seguirá a recomendação do estado e vai reduzir de 12 para oito semanas o intervalo de aplicação da segunda dose da vacina contra a Covid-19 produzida pela Pfizer. A medida começa a valer nesta sexta-feira (24).

A mudança tinha sido confirmada pelo ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, durante entrevista coletiva no dia 15 deste mês, mas vinha sendo relativizada pela gestão de João Doria (PSDB).

Naquela época, o governo federal sinalizou a possibilidade de alterar o intervalo entre as aplicações do imunizante assim que toda a população adulta do país tivesse tomado ao menos a primeira dose.

Em coletiva de imprensa na tarde desta quarta-feira (22), a secretária estadual do Programa de Imunização, Regiane de Paula, disse que quem já recebeu a primeira dose do imunizante poderá concluir o esquema vacinal quatro semanas antes do prazo inicialmente indicado na sua carteira de vacinação.

As doses são repassadas aos municípios, mas o cronograma de aplicação fica a critério das gestões municipais.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui