Putin a Xi: Rússia aprecia altamente posição equilibrada da China sobre crise ucraniana

Os líderes da Rússia e da China, Vladimir Putin e Xi Jinping, começaram hoje (15) as negociações às margens da cúpula da Organização de Cooperação de Xangai (SCO, na sigla em inglês) em Samarcanda, no Uzbequistão.

232
Xi Jinping e Putin (Foto: Wikicommons)
- 广告 Publicidade -

Os presidentes deverão abordar a cooperação econômica e comercial entre os dois países. Moscou atribui uma importância especial a essa reunião ante a situação atual no mundo.

Conforme disse Vladimir Putin, a Rússia aprecia altamente o posicionamento equilibrado da China em relação à crise ucraniana e entende suas preocupações sobre o assunto. O presidente russo afirmou que vai explicar detalhadamente a posição de Moscou.

- Publicidade Patrocinada -

“Avaliamos altamente a posição balanceada dos amigos chineses em relação à crise ucraniana. Entendemos as suas perguntas e suas preocupações relativamente a isso. No decorrer de nossa reunião de hoje, certamente vamos esclarecer em detalhe a nossa posição, embora já tivéssemos falado sobre isso”, disse Putin.

Além disso, o mandatário russo constatou que a Rússia condena veementemente as provocações dos EUA e de seus satélites no estreito de Taiwan. “De nossa parte, na prática aderimos ao princípio de Uma Só China“.

Putin ressaltou a necessidade de reforçar a SCO como “plataforma de cooperação construtiva”. Segundo ele, a organização abrange países de diversas tradições culturais, orientações de política externa e com diversos modelos de desenvolvimento nacional.

“As tentativas de criar um mundo unipolar adquiriram nos últimos tempos contornos completamente hediondos e são absolutamente inaceitáveis para a esmagadora maioria dos Estados no planeta”, constatou Putin.

“No entanto, o trabalho na base dos princípios de igualdade e proveito mútuo, o respeito à soberania e a recusa de intervir nos assuntos internos uns dos outros permitiram, em um período historicamente curto, transformar essa organização em um mecanismo eficaz de cooperação multilateral”, acrescentou.

Por sua vez, o líder chinês Xi Jinping disse que seu país está pronto, junto com a Rússia, para levar o mundo em mudança em direção a uma trajetória de desenvolvimento sustentável.

“Estamos prontos, junto com os colegas russos, para dar o exemplo de uma potência mundial responsável e desempenhar um papel de liderança, a fim de colocar o mundo, que está em mudanças tão rápidas, em uma trajetória de desenvolvimento sustentável e positivo”, de acordo com palavras de Xi.

Ele também disse estar pronto para trocar opiniões com Putin quanto à agenda internacional e assuntos de interesse mútuo.

A Organização de Cooperação de Xangai abrange a China, Rússia, Índia, Paquistão e quatro países da Ásia Central: Cazaquistão, Quirguistão, Uzbequistão e Tajiquistão. A cúpula da SCO decorre em Samarcanda nos dias 15 e 16 de setembro.

- Publicidade Patrocinada -

留言 DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui