Resumo do dia: os principais acontecimentos, os recordes e grandes momentos desta sexta-feira nos Jogos Paralímpicos de Inverno Beijing 2022

O Para esqui alpino foi dominado pela família Aigner, o curling definiu a medalha de bronze, as finais do Para hóquei no gelo tomaram forma, enquanto que as competições de snowboard e biatlo terminaram. André Barbieri encerrou sua participação em Beijing 2022. Dê uma olhada no resumo desta sexta-feira nos Jogos Paralímpicos de Inverno.

253
Foto: 2022 Getty Images

Dezenove medalhas foram distribuídas no Para esqui alpino, Para biatlo, Para snowboard e curling em cadeira de rodas neste dia sete dos Jogos Paralímpicos de Inverno Beijing 2022.

As irmãs Aigner foram ouro e bronze no evento de Para esqui alpino para atletas com deficiência visual, um dia depois de outro irmão Aigner, Johannes, haver vencido a prova masculina.

- Publicidade Patrocinada -

O circuito de snowboard para os homens aconteceu nesta sexta-feira, com o 11º colocado de quatro anos atrás, Qi Sun, desta vez obtendo o ouro para os anfitriões de Beijing 2022. A primeira medalha Paralímpica no snowboard para a Grã-Bretanha foi conferida ao estreante Ollie Hill.

O Canadá conquistou seu primeiro pódio em esportes coletivos nestes Jogos, com o bronze no curling em cadeira de rodas, ao vencer a Eslováquia por 8 a 3. Ambos os times jogaram mais cedo no mesmo dia pelo direito de ter um lugar no jogo valendo o ouro nesse sábado (12 de março). No entanto, os canadenses perderam para os chineses, enquanto que a Eslováquia ficou de fora da disputa pelo topo do pódio depois de um jogo apertado contra a Suécia, que agora vai enfrentar a China na final Paralímpica.

Mais seis campeões foram coroados no último dia do Para biatlo, com outra dobradinha norte-americana, através de Oksana Masters e Kendall Gretsch, sendo que Masters desta vez chegou em primeiro na prova de 12,5km do individual sentado, mesmo ficando com um tiro a menos que Gretsch, que acertou todos.

A Ucrânia mais uma vez faturou várias medalhas nas disciplinas do Para biatlo. Foram cinco, incluindo uma dobradinha na ponta do masculino para atletas com deficiência visual, graças a Oleksandr Kazik (com o guia Serhii Kucheriavyi) e Vitaliy Lukyanenko (com o guia Borys Babar). O chinês Yu Shuang (com o guia Wang Guanyu) chegou em terceiro.

Enquanto isso, no Para hóquei no gelo, o Canadá vai à segunda final Paralímpica depois de superar a República da Coreia por 11 a 0, com o capitão Tyler McGregor marcando quatro gols. Na segunda semifinal do dia, os Estados Unidos venceram a República Popular da China pelo mesmo placar. Dessa forma, a grande final será um clássico regional entre estadunidenses e canadenses. O Canadá tentará desbancar o domínio dos Estados Unidos, campeões das últimas três edições dos Jogos. A partida valendo a medalha de bronze vai acontecer no sábado, dia 12, entre a República da Coreia e a República Popular da China.

Momento do dia

A dinastia da família Aigner prevalece em nível mundial, após a vitória do Para esquiador alpino Johannes Aigner no evento masculino do slalom para atletas com deficiência visual, na quinta-feira (10 de março). Não querendo ficar abaixo do irmão gêmeo, Veronika Aigner repetiu o feito ao vencer a prova feminina do mesmo evento nesta sexta (11 de março), ao superar a anfitriã Daqing Zhu e, assim, faturar o ouro por uma margem de sete segundos após duas baterias. Não apenas isso, mas Veronika, de 16 anos, foi guiada por outra irmã Aigner, Elizabeth e, para não bastar, a medalhista de bronze foi ainda outra irmã, Barbara. Todas adolescentes, a família certamente será um grande nome dos Jogos Paralímpicos dos próximos anos. Um dia e tanto para a família Aigner.

“É inacreditável porque são os primeiros Jogos Paralímpicos para nós e tudo aconteceu deste jeito, é simplesmente inacreditável”, disse o irmão Johannes após o triunfo de Veronika, Elizabeth e Barbara.

“Eu chorei após a cerimônia de premiação porque estou muito feliz em vencer com as minhas irmãs. Todos nós choramos na cerimônia”, acrescentou Elizabeth.

Atleta do dia

A Para esquiadora alpina alemã, Andrea Rothfuss, conquistou sua 14ª medalha em sua quinta participação dos Jogos Paralímpicos de Inverno, com o bronze na disciplina do slalom gigante em pé. A chinesa Zhang Mengqiu obteve o ouro, com a canadense Mollie Jepsen obtendo a prata.

Os primeiros Jogos Paralímpicos de Inverno de Rothfuss foram em Turim 2006, onde ela ficou em segundo lugar no mesmo evento. A maioria das suas medalhas é de prata, mas chegou ao lugar mais alto do pódio em Sochi 2014 no slalom, triunfo este para somar aos seus cinco títulos mundiais.

Suas compatriotas Linn Kazmaier (com o guia Florian Baumann) e Leonie Maria Walter (com o guia Pirmin Strecker) faturaram medalhas hoje, tendo sido prata e bronze, respectivamente, no Para biatlo feminino para atletas com deficiência visual.

André Barbieri encerra participação

O snowboarder gaúcho André Barbieri terminou sua participação nos Jogos Paralímpicos de Inverno Beijing 2022 nesta sexta-feira dia 11 de março, com a 13ª colocação no circuito de slalom do Para snowboard classe LL1 (para atletas com deficiência em um dos membros inferiores), entre 16 participantes.

O brasileiro sofreu uma queda na primeira bateria e terminou com o tempo de 1min43s86. Na segunda, diminuiu para 1min22s18. “Optei por arriscar uma linha mais rápida na primeira tentativa, de maior risco, e acabei caindo. A pressão ficou gigante em mim e resolvi realizar a segunda descida com calma para ter certeza de acertar todo o percurso”, refletiu Barbieri para o site do Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB).

Este dia 11 de março é bastante simbólico para ele. Além de haver terminado de competir em Pequim, foi nesta data em que amputou a perna esquerda e em que nasceu sua filha caçula, Maile: “Estou muito emocionado. Todo o trabalho de atleta aqui é recompensado. Foi um dia muito especial para mim. A lembrança é para sempre. Participar dos Jogos no dia do meu acidente, do aniversário da minha filha, não tem preço”, ele completou para o site do CPB.

A medalha de ouro na prova foi para Wu Zhongwei (CHN), com o tempo de 1min10s85, enquanto que a prata foi para o neerlandês Chris Vos e o bronze para Tyler Turner (CAN).

O Brasil volta à neve no sábado dia 12, a partir das 12:30 locais (1:30 pela hora de Brasília). Os brasileiros estarão nas provas de média distância do Para esqui cross-country (7,5km feminino e 10km masculino para atletas sentados), com Aline RochaCristian RiberaGuilherme RochaRobelson Lula e Wesley dos Santos.

O que assistir a seguir

A ação continua neste sábado dia 12 de março, penúltimo dia dos Jogos Paralímpicos Beijing 2022, com eventos valendo medalha no Para esqui alpino, Para esqui cross country, Para hóquei no gelo e no curling em cadeira de rodas. As mulheres vão tomar conta das descidas nas provas de slalom do Para esqui alpino, enquanto que o Para esqui cross-country terá os seus eventos de média distância, tanto no masculino quanto no feminino. A competição do Para hóquei no gelo conhecerá o medalhista de bronze, enquanto que o curling em cadeira de rodas conhecerá o campeão Paralímpico.

Podemos estar rumo ao final dos Jogos, mas as emoções estão longe de chegar ao fim.

- Publicidade Patrocinada -

留言 DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui