Xi Jinping diz que a transição verde deve ser acelerada

161

Consenso multilateral e ações concretas solicitadas em declaração enviada à COP 26

O presidente chinês Xi Jinping enfatizou na segunda-feira a importância de manter o consenso multilateral, com foco em ações concretas e acelerando a transição verde para enfrentar as mudanças climáticas e reanimar a economia mundial.

Ele fez a observação em uma declaração escrita para a Cúpula dos Líderes Mundiais na 26ª sessão da Conferência das Partes da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas, ou COP 26. A cúpula de dois dias começou na segunda-feira em Glasgow, Escócia.

“Enquanto falamos, os impactos adversos das mudanças climáticas têm se tornado cada vez mais evidentes, apresentando uma urgência cada vez maior de ação global. Como responder às mudanças climáticas e reviver a economia mundial são desafios dos nossos tempos que devemos enfrentar”, disse Xi na missiva.

O presidente disse também que a Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Mudanças do Clima e o Acordo de Paris fornecem a base jurídica fundamental para a cooperação internacional sobre o clima.

As partes precisam construir sobre os consensos existentes, aumentar a confiança mútua, intensificar a cooperação e trabalhar juntos para entregar uma COP 26 bem-sucedida em Glasgow, disse.

De acordo com Xi, as partes precisam honrar seus compromissos, definir metas e visões realistas e fazer o melhor de acordo com as condições nacionais para implementar medidas de ação climática.

“Os países desenvolvidos não devem apenas fazer mais, mas também fornecer apoio para ajudar os países em desenvolvimento a fazer melhor”, disse.

Xi também enfatizou a importância de aproveitar as inovações em ciência e tecnologia para transformar e atualizar os setores de energia e recursos, bem como a estrutura industrial e os padrões de consumo.

O presidente disse que a China continuará a priorizar a conservação ecológica e buscar um caminho de desenvolvimento verde e de baixo carbono.

A China promoverá um sistema econômico verde, de baixo carbono e circular em um ritmo mais rápido, avançará com o ajuste da estrutura industrial e controlará o desenvolvimento irracional de projetos com alto consumo de energia e altas emissões, disse.

Xi disse que a China também acelerará a transição para a energia verde e de baixo carbono, desenvolverá vigorosamente a energia renovável e planejará a construção de usinas eólicas e fotovoltaicas.

“Espero que todas as partes tomem ações mais firmes para enfrentar em conjunto os desafios climáticos e protejam o planeta, o lar compartilhado por todos nós”, disse ele.

A COP 26 é a primeira conferência após o ciclo de revisão de cinco anos sob o Acordo de Paris adotado em 2015. Os delegados deverão revisar o progresso geral e planejar ações futuras sobre mudanças climáticas nas próximas duas semanas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui