Xi Jinping promete maior coordenação com a ONU para um desenvolvimento global equilibrado e inclusivo

171

O presidente chinês, Xi Jinping, realizou na segunda-feira uma videoconferência com o secretário-geral da ONU, António Guterres, em que assegurou que iria melhorar a coordenação com a ONU em um novo estágio de desenvolvimento global equilibrado, coordenado e inclusivo.

Observando que na segunda-feira é assinalado o 50º aniversário da restauração do assento legal da República Popular da China na ONU, Xi disse que a conferência comemorativa realizada pela China destina-se a fazer uma retrospetiva do caminho trilhado conjuntamente pela China e a ONU e a forjar um mundo melhor a partir de um novo ponto de partida histórico.

Xi disse que a história provou repetidas vezes que, por mais poderoso que seja um país, ele não pode sobrepor-se aos restantes por meio da hegemonia e, menos ainda, dominar o mundo. No que concerne a questões de focos regionais, devem fazer-se cumprir os propósitos e princípios da Carta das Nações Unidas, respeitar a vontade popular dos países envolvidos e recorrer a acordos políticos, acrescentou.

Xi disse que existe apenas um sistema, uma ordem e um conjunto de regras no mundo, e que todos os países devem agir dentro dessa estrutura, ao invés de agirem de livre arbítrio. Os principais países, devem respeitar um ao outro, coexistir pacificamente e trabalhar para o benefício mútuo, em prol dos interesses comuns da comunidade internacional.

Observando que a pandemia da Covid-19 afetou severamente o desenvolvimento e os meios de subsistência das pessoas em todos os países, especialmente nos países em desenvolvimento, Xi destacou a necessidade de atribuir importância e trabalhar na resposta conjunta à pandemia e à recuperação econômica.

Ele instou a intensificar a assistência antipandêmica aos países em desenvolvimento, bem como à distribuição justa e razoável de vacinas em todo o mundo para ajudar a tornar as vacinas um bem público global.

A China está pronta a melhorar a coordenação com a ONU para promover a implementação da Iniciativa de Desenvolvimento Global, abordar as dificuldades de desenvolvimento nos países em desenvolvimento, ajudar a implementar a Agenda de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas para 2030 e trabalhar para um novo estágio de desenvolvimento global equilibrado, coordenado e inclusivo, disse Xi.

Ele instou os países a implementarem ativamente o Acordo de Paris, obedecerem ao princípio das responsabilidades comuns, mas diferenciadas, implementar fielmente suas respetivas responsabilidades de redução de emissões e ajudar os países em desenvolvimento a acelerar a transformação econômica.

A China honrará suas palavras com atos ao anunciar medidas de resposta às mudanças climáticas, disse Xi.

Observando que a 15ª reunião da Conferência das Partes da Convenção sobre Diversidade Biológica e a Segunda Conferência Global de Transporte Sustentável da ONU, realizada conjuntamente pela China e pela ONU, alcançaram um novo consenso sobre o desenvolvimento sustentável, Xi disse que a China apoiará a causa da proteção da biodiversidade nos países em desenvolvimento.

Xi enfatizou que um dos consensos dos 50 anos de cooperação entre a China e a ONU é que devemos nos seguir os ideais da organização, permanecer comprometidos com o multilateralismo e contribuir para a paz e o desenvolvimento mundiais. A China está pronta para trabalhar com todos os países, unidos sob a bandeira da ONU, para formar uma comunidade de futuro compartilhado para a humanidade, disse Xi.

Por sua vez, Guterres parabenizou a República Popular da China pela restauração do assento legal na ONU em 25 de outubro, há 50 anos, e agradeceu à China por apoiar o trabalho da ONU e por desempenhar um papel importante na promoção da paz e do desenvolvimento mundial, acrescentando que o unilateralismo é totalmente inaceitável.

Ele expressou ainda o apreço da ONU pelo papel fundamental da China na redução da pobreza, resposta às mudanças climáticas, proteção da biodiversidade e promoção das vacinas contra a Covid-19 como bens públicos globais, acrescentando que a ONU está disposta a aumentar a cooperação com a China na Iniciativa de Desenvolvimento Global.

Wang Huning, membro do Comitê Permanente do Birô Político do Comitê Central do Partido Comunista da China (PCCh) e membro do Secretariado do Comitê Central do PCCh, participou da reunião.

Discurso na íntegra: https://mp.weixin.qq.com/s/mGEe37aYbrA_So8ZhvQyxA

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui