Xi pede que países desenvolvidos deem exemplo na redução de emissões

246

Os países desenvolvidos devem acomodar plenamente as dificuldades e preocupações especiais dos países em desenvolvimento, cumprir com seus compromissos de financiamento climático e fornecer tecnologia, capacitação e outros apoios aos países em desenvolvimento, disse Xi ao discursar na 16ª Cúpula dos Líderes do Grupo dos Vinte via videoconferência.

“Isso é extremamente importante para o sucesso da próxima COP26”, disse ele, referindo-se à 26ª Conferência das Partes da Convenção das Nações Unidas sobre as Mudanças Climáticas (COP26), que será aberta no domingo em Glasgow, Escócia.

Xi disse que o G20 precisa manter o princípio de responsabilidades comuns mas diferenciadas, pressionar para a plena implementação do Acordo de Paris sobre mudança climática, e apoiar uma COP26 bem-sucedida e a COP15 da Convenção sobre Diversidade Biológica.

A China tem, desde o início, assumido as devidas responsabilidades internacionais, proporcionais às suas condições nacionais, disse ele. “Avançamos ativamente na transição verde de nossa economia, e elevamos a ambição de nossas ações climáticas por nossa própria iniciativa.”

Nos últimos dez anos, a China eliminou progressivamente 120 milhões de quilowatts de capacidade instalada de geração de energia a carvão.

A construção do primeiro lote de usinas eólicas e fotovoltaicas com uma capacidade total instalada de cerca de 100 milhões de quilowatts foi lançada de forma ordenada, disse ele.

Xi reiterou que a China se esforçará para atingir o pico de emissões de CO2 antes de 2030 e alcançar a neutralidade de carbono antes de 2060.

“Honraremos nossas palavras com ações e trabalharemos com todos os países para seguir um caminho de desenvolvimento verde, com baixo teor de carbono e sustentável”, disse ele.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui