Bolsonaro se encontra com Musk em Porto Feliz (SP)

Bolsonaro visita Elon Musk em hotel e brasileiros levantam suspeitas sobre as intenções do bilionário no Brasil

335
- 广告 Publicidade -

O bilionário e popstar Elon Musk, que chegou hoje ao Brasil, recebeu o presidente Jair Bolsonaro no hotel onde está hospedado nesta sexta (20). Em postagem feita em sua rede social, Bolsonaro afirmou que “conectividade, investimentos, inovação e o uso da tecnologia como reforço na proteção de nossa Amazônia” foram temas discutidos entre os dois.

A visita de Bolsonaro à Musk ocorre na manhã após a aprovação pela Câmara do projeto de regulamentação do homeschooling, o ensino domiciliar, no Brasil. A UNICEF, fundo da ONU para a infância, criticou o projeto. Segundo nota divulgada, a UNICEF considera que o homeschooling pode causar impactos psicológicos e na socialização de crianças e adolescentes.

- Publicidade Patrocinada -

Em seu twitter, Elon Musk afirmou que sua visita deve à integração de escolas do interior do Brasil ao Starlink. Projeto de sua empresa voltada à exploração espacial, a SpaceX, o Starlink se trata de uma rede de satélites com objetivo de criar uma nova rede de comunicação tendo a internet como base.

Ambos Jair Bolsonaro e Elon Musk, ainda que por diferentes razões, são acusados de ter participado do Golpe de Estado na Bolívia, que aquartelou o presidente Evo Morales. À época, Elon Musk chegou a polemizar em seu twitter ao responder uma postagem que o associava ao Golpe, acusando-o de tê-lo feito para se apossar das reservas de lítio boliviano. Na ocasião, Musk respondeu que “iremos golpear qualquer um que quisermos! Lide com isso.” (tradução livre para “We will coup whoever we want! Deal with it.”)

Estima-se que a Bolívia possua mais de 21 milhões toneladas de lítio, o que interessa o bilionário. O mineral é essencial para a fabricação das baterias utilizadas pelos carros elétricos da Tesla, empresa de Musk. A Bolívia é seguida pela Argentina, com 14,8 milhões de toneladas de lítio, e depois Chile, com 8,3 milhões. Esses três países, sozinhos, são responsáveis por 75% das reservas do lítio do planeta. O Brasil, por sua vez, descobriu nos últimos anos possuir cerca de 8% das reservas de lítio do planeta, diferente dos 0,5% que se estimava. Atualmente, o Brasil é considerada a sétima maior reserva de lítio do planeta.

Considerando o histórico de Musk, a narrativa em defesa da Amazônia que concedeu, por parte de Bolsonaro, uma medalha de mérito à Musk, não convenceu os internautas. A exploração de lítio é fulcral para Elon Musk, e sua aproximação de Bolsonaro levantou suspeitas, sobretudo pelo encontro ter sido anunciado às pressas, sem uma agenda oficial, tendo sido realizado no hotel onde Musk está hospedado.

- Publicidade Patrocinada -

留言 DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui